Como se proteger contra os ataques de Ransomware?

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Como se proteger contra os ataques de Ransomware?

Os ciberataques de ransomware crescem exponencialmente no ambiente corporativo, gerando não só prejuízos financeiros, mas também de confiabilidade perante clientes.

Isto porque, caso os dados da organização sejam vazados e/ ou roubados, os clientes também sofrem, justamente pelos dados estarem sob a responsabilidade desta organização.

No entanto, cabe ao gestor o constante desafio em buscar soluções que sejam eficientes e práticas, adotar medidas para minimizar os riscos de ataques e, consequentemente, possíveis pedidos de resgates de ransomware devem fazer parte de todo um planejamento e escopo de segurança dentro da organização.

Como se proteger de ataques de ransomware?

Muitas empresas seguem as medidas básicas de segurança listadas abaixo para se proteger contra os ataques de ransomware. No entanto, em muitos casos, elas não são suficientes.

Treinamento e conscientização sobre segurança: Treinar seus colaboradores para reconhecer e-mails suspeitos de phishing por meio de simulações para que saibam se defender contra os ataques. Entretanto, apenas um funcionário é necessário para cometer o erro de abrir um e-mail de phishing, infectando assim toda a rede de sua empresa.

Implantação de gateways seguros de e-mail/web: A aplicação desta técnica pode ser usada para a proteção contra os ataques de ransomware. No entanto, os gateways de segurança de e-mail/web não são capazes de detectar algum novo tipo de malware porque não tem sua assinatura.

Aplicar patches de software mais recentes: É apropriado verificar com frequência todos os sistemas e fazer patching de vulnerabilidades de alta prioridade, pois ajuda contra as falhas exploradas por um ransomware. No entanto, os ransomwares podem atacar de forma rápida e fácil, explorando as vulnerabilidades que são desconhecidas (dia zero), para as quais ainda não há patches.

Monitorar consultas DNS: Depois que um ransomware infecta um servidor/terminal, ele normalmente chama sua base para um corte de comando e controle (CnC) para trocar as chaves de criptografia. O monitoramento de consultas DNS a domínios conhecidos de ransomware (por exemplo, “killswitch”) e sua resolução em sinkholes internos pode impedir que o ransomware criptografe os arquivos. Entretanto, servidores DNS não conseguem bloquear um domínio CnC ainda desconhecido utilizado por novos ataques de ransomware.

Fazer regularmente backup de dados críticos: É possível ainda haver momentos em que todas as defesas de segurança possam ser insuficientes e o ataque de ransomware conseguir criptografar todos os dados críticos da empresa. A melhor maneira para se recuperar de um ataque de ransomware é manter um backup seguro e também ter um plano de recuperação claro, que permita a empresa restaurar seus dados. Entretanto, a restauração pode ser cara e demorada.

Como escolher a ferramenta ideal para a proteção contra os ataques de ransomware?

Para a proteção de dados de todos os tipos, incluindo o ransomware, a solução ou ferramenta ideal é aquela que utiliza como principal recurso a criptografia, o que torna ilegível os dados e em caso de roubos ou vazamentos.

Menor complexidade 

Os gestores de dados e de processos para geração de valor, já lidam com diversos problemas causados por grandes complexidades. Usar uma ferramenta que possibilita a classificação dos dados, realizada por fatores como hierarquia de valor, promovendo altos níveis de automação de processos não críticos ou a garantia dela em processos críticos com bases conscientes. Tudo, com o objetivo de reduzir a complexidade.

Conformidade 

Regulamentações como a LGPD e GDPR, bem como os marcos normativos locais e globais em geral, são pontos a serem observados com atenção. Afinal, não se atentar a essas conformidades pode gerar sanções graves. Usar uma ferramenta que centraliza o acervo de dados da organização, faz com que a aplicação das políticas seja transparente durante todo o ciclo de vida das informações.

Segurança multicloud

Ao adotar tecnologias de multicloud, é essencial saber os níveis de segurança e consciência de dados que são exigidos, pois as soluções que fornecem um data center convencional, não foram planejadas para suportar os mais altos. Dessa forma, uma ferramenta com uma arquitetura abrangente e poderosa é ideal.

Controle “all-in-one”

Ao escolher uma ferramenta para proteção contra os ataques de ransomware, é muito importante que ela forneça um controle unificado, dessa forma a descoberta, classificação e proteção dos dados se torna mais eficiente. Isto inclui controles de acesso e gerenciamento de chaves, fatores que aumentam os níveis de maturidade e geram maior confiabilidade para os processos.

Você pode falar com o nosso time para saber mais sobre como proteger seu negócio de ataques de ransomware.

Até a próxima!

Tokenização de Bandeira

Veja também

Conheça a trajetória da First Tech

Confira como a First Tech iniciou sua jornada no segmento de tecnologia e ampliou suas possibilidades, gerando oportunidades para centenas de parceiros.

Tokenização de Bandeira