Visibilidade do ambiente cibernético

A visibilidade do ambiente cibernético, incluindo a cadeia de fornecimento é um desafio para as equipes de TI

Fornecedores e prestadores de serviços, ou seja, a cadeia de fornecimento são parte essencial para os modelos de negócios modernos. Estes, são frequentemente ignorados, mas que podem causar sérios danos dentro de determinado tempo. Os ataques à cadeia de fornecimento (supply chain attack) têm como alvo justamente os fornecedores, ao invés do negócio, fazendo com que seja mais difícil sua detecção.

Imagine que sua equipe faça de tudo para evitar os principais erros em cibersegurança, mas esses cuidados não estão sendo tomados por aqueles com quem você compartilha informações ― muitas delas, até sensíveis. Por conta disso, invasões, roubos e vazamentos de dados podem acontecer a qualquer momento. Por muitas vezes, não há sequer a consciência da gravidade que pode existir nessa situação. Dito isso, você costuma monitorar o ambiente cibernético em seu negócio, incluindo parceiros e terceiros como fornecedores e prestadores de serviços?

Quando se tem ciência do desempenho de terceiros são detectados gargalos de segurança e é possível manter a integridade dos seus dados e, inclusive, sua reputação. Certo, mas de que maneira fazer isso? Aliás, é possível ter visibilidade do ambiente cibernético dos parceiros envolvidos no seu negócio? Neste artigo, responderemos a essas dúvidas.

Afinal, por que devo me preocupar com a visibilidade do ambiente cibernético de terceiros?

Já falamos aqui no blog sobre como o compartilhamento de acessos com os colaboradores, sem restrições, é um grave erro de cibersegurança. E se essa atenção já é importante dentro do seu próprio time, com terceiros deve ser ainda maior. Isso porque, dentro da sua empresa, você tem controle sobre as atualizações de softwares, antivírus, proteção das redes e dos arquivos. Mas o mesmo não pode ser garantido quando os dados já não estão mais apenas entre os seus profissionais.

E vale ressaltar que os prejuízos trazidos pela falta de visibilidade do ambiente cibernético não se restringem apenas ao fator financeiro. No caso de um ataque, ocorrido em razão de um déficit de segurança do seu parceiro em que as informações do seu cliente são vazadas, o dano à sua imagem pode ser bastante significativo, afetando diretamente a reputação.

Como realizar uma gestão de riscos de terceiros eficiente?

Em muitos negócios, os terceirizados e fornecedores são muitos. Dependendo do porte da empresa, milhares deles podem estar na base. Um levantamento recente, intitulado “Data Risk in the Third-Party Ecosystem”, conversou com 1.162 profissionais de TI e segurança de TI na América do Norte e na Europa Ocidental. No estudo, eles foram perguntados sobre algumas questões referentes à visibilidade do ambiente cibernético.

As respostas revelam que muitos ainda cometem um deslize perigoso quando falamos nesse gerenciamento: 67% não têm um inventário com todos os seus fornecedores com os quais compartilham informações. Apenas 6% disseram que, sim, a empresa possui um inventário detalhado sobre os seus vendedores e prestadores de serviço.

Sem essas informações em mãos, é impossível dar sequência ao gerenciamento de riscos dos envolvidos na cadeia. Entretanto, sabemos que, na realidade, esse é um trabalho complexo e que exige bastante da equipe de TI.

Mas e como realizar esse monitoramento?

Seus profissionais de TI têm problemas sérios para resolver todos os dias no que diz respeito à proteção dos sistemas. Essa é a sua principal atribuição e envolvê-los no gerenciamento de risco desvia a atenção do que realmente importa. A boa notícia é que já existem soluções que simplificam e oferecem a visibilidade do ambiente cibernético dos seus parceiros e, ainda, geram insights para melhorias nas defesas.

Uma solução completa é a RiskRecon, da Mastercard. As ferramentas disponibilizadas permitem que todos os riscos de terceiros sejam monitorados. Cada proposta é totalmente personalizada, já que as necessidades de monitoramento costumam mudar dependendo do segmento e das informações envolvidas. Para isso, são usados mais de 35 critérios para criar uma estrutura segura e acionável.

Além de monitorar e notificar os riscos cibernéticos, a solução fornece uma avaliação detalhada, que permite entendê-los e, então, solucioná-los. Isso também ajuda sua equipe a se preparar para lidar com ameaças comuns que podem se tornar mais significativas posteriormente.

Agora que você já sabe o que é e qual a importância da visibilidade do ambiente cibernético, está na hora de tomar medidas para mitigar os riscos envolvendo terceiros. Entre em contato com o time da First Tech, empresa parceira da Mastercard.

Cibersegurança