Opções de privacidade

Como escolher a solução de segurança cibernética certa para sua empresa

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Segurança cibernética

Os negócios de médio e grande porte precisam estar sempre um passo à frente quando o assunto é a segurança cibernética. Afinal, não se enxergar com um alvo potencial é um dos principais erros de cibersegurança nas empresas e expõe toda a sua estrutura a ameaças. E elas têm crescido exponencialmente! Só em 2022, o Brasil registrou 103,16 bilhões de ataques, o que levou o país a ser o segundo mais atingido na América Latina, ficando atrás apenas do México.

Por outro lado, sabemos que escolher a solução de segurança cibernética mais adequada para o seu negócio é um grande desafio. Isso porque são muitas opções e é preciso ter atenção para saber se ela irá, ou não, suprir as suas necessidades. Ainda há aqueles que escolhem as ferramentas mais robustas, a fim de garantir a proteção. Entretanto, elas podem extrapolar as demandas e, assim, tornarem-se um custo elevado no seu orçamento.

Neste artigo, queremos te ajudar a definir suas prioridades para escolher a melhor solução em segurança cibernética.

4 dicas para acertar na escolha da solução de segurança cibernética

1. Mapeie as suas necessidades

Gostaríamos de enfatizar sobre a importância de conhecer o seu próprio negócio ao definir uma solução de cibersegurança. Antes de buscar um fornecedor, é essencial considerar os tipos de dados que são coletados e armazenados e de elencar os sistemas e dispositivos utilizados, além dos riscos enfrentados por sua empresa. Portanto, ter em mãos um inventário do seu ambiente de TI, incluindo softwares e hardwares, é o primeiro passo para ajudar na escolha assertiva de uma solução.

2. Priorize a customização e a integração

Mesmo quando você encontra uma solução que pareça ser perfeita, se ela não for capaz de trabalhar a conectividade e integração com as demais soluções já implementadas em seu ambiente com facilidade, é aconselhável rever. É de suma importância que a ferramenta possa ser integrada ao ambiente existente e que seja compatível com os demais softwares em operação. Até por isso, a procura por fornecedores que ofereçam soluções passíveis de customização são uma boa alternativa. Eles não só verificam esses pontos, como poderão cobrir as necessidades específicas para a segurança cibernética da sua empresa, evitando a falta ― ou o excesso ― de proteção.

3. Atenção ao suporte

Um ciberataque não tem dia nem hora para acontecer. Dessa forma, o parceiro responsável pela segurança cibernética da sua empresa precisa estar disponível 24×7, sem interrupções. Esse fator é especialmente importante para quem tem colaboradores trabalhando no atendimento 24 horas aos clientes. Ainda, isso garante que as aplicações estarão atualizadas e que os sistemas de defesa vêm sendo testados regularmente.

4. Delegue a uma parceira especializada

Montar um SOC (Security Operation Center ou “Centro de Operações de Segurança” em português), definitivamente, não é algo barato. Além de todo o aparato tecnológico que precisa ser adquirido, existe a implementação de estratégias de resposta aos incidentes, sistemas de controle preventivo e, claro, mão de obra especializada. Não à toa, muitas empresas têm buscado parceiros a quem possam delegar isso. Assim, você tem a certeza de que a sua segurança cibernética está na mão de especialistas, focados na solução tempo integral.

Leia também: 5 motivos para terceirizar o serviço de SOC da sua empresa.

Agora que você já sabe sobre alguns critérios que podem ser observados na hora de buscar a melhor solução em segurança cibernética, conheça o SOC First Protection. A First Tech possui um SOC operante que possui soluções modernas e completa para Serviços Gerenciados de Segurança. Entre em contato conosco e veja como podemos levar mais segurança para o seu ambiente cibernético.

Tokenização de Bandeira

Veja também

Cibersegurança