Benefícios do HSM (Hardware Security Module) para sua empresa

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Preparamos este artigo para evidenciar os principais benefícios do HSM (Hardware Security Module) para sua empresa, além do local com o maior custo benefício e experiência no mercado, visando a implementação na organização. Isto, utilizando como exemplo o HSM Payshield 10K da Thales.

Executando as funções típicas de um HSM de alta performance, o PayShield se constitui num hardware destinado a isolar fisicamente e a gerenciar as chaves digitais, executando, fora dos servidores principais, as funções de criptografia e descriptografia , tokenização e conferência dinâmica de assinatura digital para autenticação de transações. 

A Arquitetura do PayShield considera também as necessidades operacionais e de compliance dos diferentes nichos da indústria financeira, como bancos, varejo, cartões, adquirentes,  fintechs, aplicações de pagamentos móveis e por sistemas de mensageria. 

A solução executa as funcionalidades de autenticação e produz uma trilha de auditoria para normativas tais como PCI SSC, EMVCo,  GlobalPlatform, Multos, ANSI e diversas outras exigências relacionadas à segurança, lavagem de dinheiro e operações compartilhadas em regime de open-banking.

Benefícios do HSM para empresas

O HSM Thales, em prol da segurança das transações financeiras de bancos, fintechs e empresas de meios de pagamento, pode oferecer diversos benefícios, veja abaixo alguns exemplos:

Criptografia

O HSM é uma solução que protege dados com criptografia por hardware, garantindo sua segurança e integridade.

Requisitos de Conformidade

Os requisitos de conformidade são respeitados através de soluções para Blockchain, GDPR, IoT, PCI DSS, assinaturas digitais, DNSSEC, armazenamento de chave em hardware, aceleração transacional, gestão de certificados, assinatura de código ou documento, geração de chaves em massa, criptografia de dados e muito mais.

Validação FIPS

As chaves criptográficas, sempre que geradas, são armazenadas em um dispositivo que possui validação FIPS, que é resistente à intrusões e violações, além de contar com os níveis mais fortes de controle de acesso.

Gestão de acessos

Possibilidade de particionar o HSM, com flexibilidade e gestão de acesso;

Segurança máxima na base de criptografia

O HSM fornece uma base de criptografia segura, já que as chaves privadas não podem ser exportadas.

Fato é que, quando se trata do HSM Thales, existem alguns pontos, tanto no gerenciamento, quanto na segurança, que podem não ser oferecidos com a mesma proporção por outras desenvolvedoras. Veja:

Facilidades no gerenciamento

  • Recurso Secure Host Communications para sessões autenticadas de TLS;
  • PayShield Manager para gerenciamento local e remoto de maneira segura;
  • PayShield Monitor para monitoramento remoto seguro;
  • Dispositivo de gerenciamento de chave (TMD) para criar chaves de componentes;
  • Interface de console para terminais ‘burros’;
  • Aderente à SNMP (Simple Network Management Protocol);
  • Estatísticas de utilização, diagnósticos de verificação de “saúde” e registros de erros são coletados.

Recursos de segurança

  • Múltiplas opções de chaves mestras;
  • Autenticação de dois fatores (2FA) de segurança usando cartões inteligentes;
  • Autorização de duplo controle: chaves e cartões;
  • Resistência às adulterações que excedem os requisitos de PCI HSM e FIPS 140-2 Nível 3;
  • Detecção e gatilhos de alarmes que detectam movimentos, tensão e temperatura;
  • Capacidade de desativar funções não necessárias.

First Tech

A First Tech é especialista em soluções de Cibersegurança voltadas para as organizações de todos os portes e segmentos no mercado.

Fale com o time de especialistas e saiba mais sobre como implementar o HSM Thales em sua empresa!

Veja também